O que é o aneurisma de aorta?

 em Artigos

O aneurisma ainda é um problema de saúde que assusta muita gente e neste ano ganhou repercussão com algumas mortes ligadas à doença, como foi o caso da ex-primeira dama Marisa Letícia, vítima de um aneurisma cerebral e o cantor Belchior, que morreu em Maio, vítima de aneurisma de aorta.

O aneurisma ocorre pelo enfraquecimento das paredes das artérias, promovendo uma dilatação, que pode ocorrer nas artérias da cabeça, no pescoço, no tórax, na barriga e nas pernas.

A tendência do aneurisma é crescer, tornando-se cada vez mais dilatado e, consequentemente, a parede da artéria ainda mais fina, com maior risco de ruptura. Quando o aneurisma rompe, há uma hemorragia interna.

Até a metade do século passado, o diagnóstico de aneurisma em qualquer parte do corpo era praticamente uma sentença de morte, hoje, quando descoberto antes de se romper, o aneurisma pode ser tratado e representa risco de morte inferior a 1%.

ANEURISMA DE AORTA
No caso do aneurisma da aorta abdominal, a artéria envolvida no problema é a maior do nosso organismo e, por isso, quando há o rompimento, a chance de morte é alta, já que a aorta é grande, extensa e recebe o bombeamento de sangue do coração 70 vezes por minuto. Por isso, é importante receber o diagnóstico o quanto antes.

SINTOMAS
O aneurisma é uma doença perigosa porque tem poucos sintomas. Quando o paciente sente algo, é uma pulsação na barriga (como se tivesse um coração na barriga) ou alguma dor abdominal, como se fossem gases ou dor na coluna. A dor do aneurisma só acontece quando ele comprime alguns órgãos ou tecidos.
Já quando o aneurisma se rompe, o paciente pode sentir uma forte dor na barriga associada a queda de pressão.

DIAGNÓSTICO
O diagnóstico é feito de forma muito simples través de um boa história clínica, um exame físico detalhado com palpação do abdômen (massa pulsátil abdominal) e confirmado por exames de imagem , como Doppler colorido arterial e Angiotomografia, a qual é fundamental e imprescindível para o tratamento cirúrgico, quando indicado.

CAUSAS
A chance maior de aneurisma de aorta é em homens acima de 65 anos e fumantes. A população idosa também é a que tem mais chance de ter a doença.
Os aneurismas podem ser causados por tendências genéticas, mas quem fuma tem cerca de sete vezes mais aneurisma do que quem não fuma. A pressão alta também colabora com o crescimento numa velocidade mais rápida. Outros fatores que ajudam no desenvolvimento são colesterol alto, alimentação ruim, sedentarismo, pressão alta e diabetes.

TRATAMENTO
O tratamento também evoluiu bastante, não sendo mais necessária, na maioria dos casos, a cirurgia convencional mas, sim, a cirurgia endovascular, que é muito menos invasiva, não havendo necessidade de parada da circulação, sendo feita por punção de uma artéria da virilha, à vezes até sem cortes. Então se navega por dentro do sistema arterial até o lugar do aneurisma, onde é colocada uma endoprótese, que tem a função excluir o aneurisma da circulação, fazendo com que o sangue passe por dentro desse dispositivo (endoprótese) e o aneurisma encolha, “abraçando” a endoprótese. Esse procedimento demora em média 2 horas e tem um nível de eficácia de 99%.

A recuperação do paciente é rápida, sendo necessário apenas de um a dois dias de internação e depois é possível retomar as atividades, normalmente.

Postagens Recomendadas

Deixe um Comentário

Fale Conosco

Envie-nos um e-mail e nós retornaremos para você, o mais rápido possível.

Não pode ser lido? Mude o texto. captcha txt