Varizes na gestação: saiba como prevenir

 em Artigos

A gravidez traz uma série de sensações inéditas, tanto físicas quanto psicológicas. Os enjoos, normalmente, são os primeiros alertas, mas à medida que o tempo passa uma série de outras mudanças se instalam. Uma delas são as varizes, que nada mais são do que veias dilatadas e tortuosas do sistema venoso superficial.

Segundo o cirurgião vascular e endovascular, Dr. Ricardo Yoshida, essa dilatação das veias podem surgir nessa fase por causa da alteração hormonal, como também pela compressão que o útero faz na veia cava, aumentando a pressão dentro das veias das pernas.

“ As varizes surgem com mais frequência nas pernas porque o sangue venoso retorna ao coração contra a ação da gravidade e, naturalmente, há uma sobrecarga de volume e pressão nas válvulas venosas das pernas, que podem falhar e sobrecarregar veias superficiais, gerando varizes”, explica o cirurgião.

Infelizmente, não há nada que possa impedir o aparecimento das varizes durante a gestação, mas as gestantes podem preveni-las usando meias de compressão (meias elásticas), que também ajudam a diminuir o desconforto causado por elas.

“ Além disso, é recomendado que a gestante faça exercícios físicos regulares, tipo hidroginástica, mude sempre de postura ao longo do dia e faça alguns períodos de repouso”, completa Yoshida.

A futura mãe pode ficar tranquila porque as varizes não prejudicam o desenvolvimento do bebê. Por isso, a recomendação é que as gestantes esperem passar o período da amamentação para começar um tratamento. Isso porque, no caso das varizes, é feito um procedimento cirúrgico, que exige anestesia, e pode, então, atingir o bebê.

O tratamento durante a gestação só é recomendado em casos graves, quando as varizes causam complicações como inflamações mais graves ou até mesmo trombose.

O especialista explica que os vasinhos podem ser retirados por microcirurgia ou um procedimento com injeções chamado de escleroterapia, que pode ser feito em consultório.

Já no caso de varizes de maiores diâmetros, a cirurgia é a mais indicada. “ Nesses casos é preciso avaliar ainda a situação da veia safena magna, que pode ser a causa do aparecimento das varizes na gestação, e se não for tratada, pode ocasionar novos episódios de varizes”, finaliza o cirurgião.

Postagens Recomendadas

Deixe um Comentário

Fale Conosco

Envie-nos um e-mail e nós retornaremos para você, o mais rápido possível.

Não pode ser lido? Mude o texto. captcha txt